O uso das redes sociais como estratégia para impulsionar vendas no setor solar

Douglas Andrade, Fundador e CEO da empresa Solar Power Photovoltaic, relatou para a SolarZ sobre a experiência positiva com o uso das redes sociais para aumentar as vendas dos sistemas fotovoltaicos.

Foto: Douglas Andrade

Diante do cenário de pandemia causado pela propagação da Covid-19 em 2020, muitas empresas fecharam as portas no Brasil. A crise causada pelo vírus obrigou negócios de diversos setores a passarem por adaptações para não irem à falência. Entre elas, está o uso das redes sociais como uma alternativa para divulgar e efetuar vendas.

Apesar de todo o impacto causado pela doença na economia, o mercado de energia solar teve um crescimento significativo, recebendo investimentos de R$ 13 bilhões no ano passado, 52% a mais do que em 2019, segundo a ABSOLAR.

As mídias digitais se tornaram uma solução para algumas empresas do setor fotovoltaico no processo de captação de clientes. Esse foi o caso da empresa Solar Power Photovoltaic, que já havia adotado o marketing digital como estratégia para aumentar as vendas.

Adaptação da empresa às redes sociais

Douglas Andrade, Fundador e CEO da Solar Power Photovoltaic, relata que a empresa está no mercado desde 2011, antes mesmo da Resolução Normativa Nº 482 publicada pela Aneel, com objetivo de impulsionar o setor. Até o ano de 2017, eles utilizavam a estratégia de ir até os clientes pessoalmente para vender o sistema de energia solar.

Entretanto, durante esse período, eram vendidos apenas dois sistemas a cada dois meses. Na época, a plataforma do Facebook já era utilizada, mas apenas de forma orgânica. Foi quando começaram a realizar o tráfego pago nas redes sociais, impulsionando em torno de R$30,00 e, com isso, aumentando o número de vendas.

Nesse momento Douglas afirma ter descoberto o marketing digital como algo fundamental para o crescimento da empresa. Hoje são realizadas em torno de 120 a 150 novas vendas por mês, uma grande expansão.

Outras redes sociais como o Instagram e o YouTube também são usadas e ajudam bastante da geração de leads. Porém, o Facebook é a plataforma que mais apresenta resultados, porque é onde a persona dele está presente. O perfil de clientes da empresa é composto por pessoas com idade acima de 30 anos, normalmente casadas há algum tempo, e que possuem um grande problema com o alto valor na conta de luz.

Desafios enfrentados pela empresa

Para o CEO da Solar Power Photovoltaic, o maior desafio enfrentado pela empresa nas vendas pela internet está em passar credibilidade. Isso porque as vendas no mercado da energia solar são bastante complexas, por se tratarem da oferta de produtos/serviços de alto investimento.

Nas redes sociais, especialmente no Instagram, as vendas são mais voltadas a produtos de ticket médio. Uma das grandes dificuldades para conseguir passar credibilidade e captar leads consiste na parte criativa. É preciso desenvolver uma comunicação assertiva, que chame atenção do público e consiga transmitir confiança.

Estratégias digitais para captação de leads

A energia solar, na visão de Douglas Andrade, é uma venda construtiva. Ele considera que é necessário identificar primeiro as dores do cliente, que estão bastante concentradas na conta de luz. Portanto, o marketing é voltado para essa questão. Uma das estratégias utilizadas pela empresa é a de apresentar nas mídias digitais um antes e depois dessa conta, após a instalação do sistema fotovoltaico, que comprove a economia que ele gera para os clientes.

Também é necessário trabalhar um marketing e atendimento que visem os diferentes perfis de clientes que possam surgir. A prioridade da Solar Power Photovoltaic está em ouvi-los e compreender as necessidades que cada um possui. Desse modo, é possível manter um contato mais dinâmico, que passe segurança para todos.

O WhatsApp Business é um aplicativo utilizado para intermediar essa comunicação. Por meio dele, são enviadas mensagens estratégicas para converter o lead em venda. Em um contato inicial, são enviadas respostas automáticas ao cliente, fazendo uma breve apresentação da empresa e solicitando uma foto da conta de luz para calcular o consumo médio e dar início a uma negociação.

É preciso que a empresa seja a consultora do cliente, conseguindo sempre identificar os problemas que ele possui, que o levaram a considerar a instalação do sistema fotovoltaico. Douglas afirma que uma das melhores estratégias está em questionar sobre a quantidade de ar-condicionados que o cliente possui em casa. Bem como, mostrar a ele que é possível trocar a parcela da conta de luz pelo financiamento, o confortando com relação ao pagamento.

Dicas da Solar Power Photovoltaic para captação de cliente pelas redes sociais

Para o integrador que está começando no mercado, ou mesmo para aquele que está no ramo há bastante tempo e não consegue fazer essa captação, gerando vários orçamentos por dia, Douglas aconselha trabalhar com o tráfego pago, montando páginas de captura, por exemplo.

Para ele, é preciso sempre buscar um conhecimento maior sobre o assunto, pois a estratégia de venda feita de “porta em porta” está ficando cada vez mais extinta, especialmente em um momento de pandemia, que exige um distanciamento social.

É importante buscar meios para gerar leads, bem como, aplicar técnicas através do WhatsApp para esse lead seja convertido em venda. Na opinião dele, quando o cliente manda a conta de luz, já é uma ótima sinalização para que o negócio seja fechado.

O CEO da Solar Power Photovoltaic considera fundamental utilizar estratégias nas redes sociais que atraiam o cliente, fazendo com que ele mesmo busque a empresa. E que essa é uma realidade em que os integradores precisam se adaptar de agora em diante.

3 comentários em “O uso das redes sociais como estratégia para impulsionar vendas no setor solar”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.